Métodos de Avaliação

Os métodos de avaliação são o complemento do seu historial clínico e de vida. Com eles, vamos conhecer profundamente aquilo que se passa no seu corpo para podermos intervir exatamente onde é necessário.

Testes genéticos

Cada indivíduo tem uma genética única, com necessidades específicas. Por este motivo, prescrições baseadas na genética podem prevenir e reverter a doença.

Muitas pessoas lutam com problemas de saúde que podem, afinal, ser tratados facilmente. Quando damos aos nossos genes o que eles precisam potenciamos o seu funcionamento ao máximo.

Através dos testes genéticos, revelam-se sensibilidades e suscetibilidades que são a chave para o seu verdadeiro potencial de saúde. Embora os genes tenham um papel na saúde e nas doenças, a maioria dos genes relacionados com doenças vem com uma espécie de interruptor de luz genética que os liga e desliga. Essa área dos genes é chamada de epigenética, o que significa as áreas que influenciam os genes.

Assim, ao analisarmos a forma como se expressam os seus genes, podemos escolher qual a dieta mais indicada para si, bem como quais suplementos necessários e que mudanças no seu ambiente e estilo de vida deve colocar em prática para modular o seu “destino” genético. Para que possa ter uma vida saudável, livre de sintomas e plena de energia.

SusanaAguas-296.jpg
SusanaAguas-166.jpg
CRA | Contract Reflex Analysis

Identifique os problemas antes de aparecerem os sintomas.

O CRA (Contact Reflex Analysis) é uma técnica que foi desenvolvida nos Estados Unidos da América, pelo Dr. Dick A. Versendaal (1937-2014).

A pesquisa feita pelo Dr. Versendaal provou que o corpo humano é como um computador, composto pelo cérebro (gerador elétrico e banco de memória) e milhares de quilómetros de fios elétricos chamados nervos. Esses nervos conectam todos os órgãos, glândulas e tecidos do corpo. Esses nervos também se conectam com “fusíveis” ou “interruptores”, chamados reflexos de contacto. Ao entrar em contacto com esses reflexos, usando o sistema muscular do corpo como um indicador, somos capazes de monitorizar a função dos sistemas do corpo e perceber de que forma estão a impactar a sua saúde e o seu bem-estar.

Microscopia do campo escuro

A microscopia do campo escuro consiste numa análise biológica direta da qualidade de sangue, em tempo real.

É feita uma observação direta das células sanguíneas, glóbulos vermelhos e o seu nível de oxidação, glóbulos brancos e a sua capacidade imunitária, plaquetas e de componentes do plasma, tais como: proteínas, fibrina, toxinas e cristais.

O Prof. Dr. G. Enderlein (1872-1968) provou, através do método Darkfield Microscopy, a relação direta entre parasitas do sangue, simbiontes, bactérias e fungos. Em particular, ele demonstrou que as doenças crónicas se desenvolvem através do “desenvolvimento ascendente” dos endobiontes (corpúsculo sanguíneo) que estão presentes em todos os seres humanos (e em qualquer outro mamífero).

Fazer microscopia de campo escuro é um importante diagnóstico preventivo, já que, com este exame, é possível detetar estruturas que ainda não são prejudiciais ao seu organismo, mas que podem desenvolver-se em bactérias, vírus ou fungos.

Com uma atuação preventiva, podemos começar a “reverter” o ciclo patológico, introduzindo o “desenvolvimento descendente” destas bactérias, vírus ou fungos para os simbiontes saudáveis ​​normais.

SusanaAguas-414.jpg
SusanaAguas-159.jpg
Conheça o Mineralograma

A análise aos elementos do cabelo, denominada Mineralograma, fornece informações sobre a exposição recente e contínua a metais potencialmente tóxicos, assim como o défice ou excesso de minerais no organismo.

No que diz respeito aos seus elementos, o cabelo é essencialmente um tecido excretor e não um tecido funcional.

Os elementos tóxicos no cabelo podem ser 200 a 300 vezes mais concentrados do que os seus níveis no sangue ou na urina. Por esta razão, são mais indicativos dos depósitos no organismo do que os níveis no sangue ou na urina.

Assim, em conjunto com os sintomas e outros valores laboratoriais, o mineralograma auxilia-nos no diagnóstico precoce de distúrbios fisiológicos associados a desequilíbrios/bloqueios no metabolismo de elementos essenciais e tóxicos.