Mineralograma

A análise aos elementos do cabelo, denominada Mineralograma, fornece informações sobre a exposição recente e contínua a metais potencialmente tóxicos, assim como o défice ou excesso de minerais no organismo.

No que diz respeito aos seus elementos, o cabelo é essencialmente um tecido excretor em vez de um tecido funcional.

Os elementos tóxicos no cabelo podem ser 200 a 300 vezes mais concentrados do que os seus níveis no sangue ou na urina. Por esta razão, são mais indicativos dos depósitos no organismo do que os níveis no sangue ou na urina.

Desta forma, a análise ao cabelo torna-se o método mais fiável de avaliação sobre estes compostos no nosso organismo e de deteção de exposição recente a elementos como arsénio, alumínio, cádmio, chumbo e mercúrio.

A análise ao cabelo fornece informações importantes que, em conjunto com os sintomas e outros valores laboratoriais, nos auxiliam no diagnóstico precoce de distúrbios fisiológicos associados a desequilíbrios/bloqueios no metabolismo de elementos essenciais e tóxicos.

SusanaAguas-198.jpg

Em que situações se deve fazer um Mineralograma?

Depressão, ansiedade, alterações neurológicas

Autismo

Eczema

Fadiga crónica

Problemas renais

Sintomas semelhantes a Parkinson

Impotência sexual ou diminuição da produção de testosterona

Exposição a elementos tóxicos

Problemas de visão

Alopecia