Testes genéticos

Cada indivíduo tem uma genética única, com necessidades especificas. Por este motivo, prescrições baseadas na genética podem prevenir e reverter a doença.

Muitas pessoas lutam com problemas de saúde que, afinal, podem ser tratados facilmente. Quando damos aos nossos genes o que eles precisam, potenciamos o seu funcionamento ao máximo.

Através dos testes genéticos, analisamos a forma como se expressam os genes e escolhemos qual a dieta a usar, quais os suplementos a incluir e o que mudar no meio-ambiente e no estilo de vida para moldar o “destino” genético. Assim, revelam-se sensibilidades, suscetibilidades e chaves para o seu verdadeiro potencial de saúde, e promove-se, desta forma, uma vida saudável, livre de sintomas e cheia de energia.

SusanaAguas-240.jpg

Existem vários testes genéticos e cada um pode ser direcionado e adequado aos seus sintomas, como por exemplo:

- Depressão e ansiedade;

- Fadiga crónica;

- Alzheimer;

- Capacidade de desintoxicar;

- Saúde óssea;

- Obesidade;

- Grau de intoxicação;

- Inflamação;

- Tendência para lesões;

- Processo de metilação;

- Dominância estrogénica;

- Tendência para adições;

- Tipo de dieta mais adequado.

Para o teste genético ao ADN é recolhida uma amostra de saliva e os resultados são apresentados de forma detalhada, com cores onde são avaliadas as necessidades de tratar os polimorfismos genéticos como uma necessidade baixa, moderada ou elevada.