Pares biomagnéticos

O Biomagnetismo ou Par Biomagnético é uma técnica terapêutica de origem exclusivamente científica, desenvolvida pelo médico mexicano Dr. Isaac Goiz Duran, em 1988.

Consiste no reequilíbrio ácido-base (pH) do corpo, eliminando os microrganismos associados (bactérias, vírus, parasitas e fungos), causadores de doenças e/ou gatilhos de ativação de doenças, bem como o reequilíbrio de órgãos e glândulas disfuncionais, através do posicionamento no corpo de pares de ímanes magnéticos de média intensidade, ou seja, não eletrificados, para facilitar o processo de manter ou restabelecer o estado pleno de saúde.

O magnetismo dos ímanes atua sobre o corpo, produzindo um efeito anti-inflamatório, ativando a circulação sanguínea, contribuindo para uma melhor oxigenação das células e, principalmente, melhorando o funcionamento dos nervos autónomos.

 

É um tratamento não invasivo e sem recurso a medicação.

A técnica do Biomagnetismo está focada em eliminar as causas que originam, exacerbam ou impedem a reabilitação de uma doença.

Os pares são encontrados seguindo as linhas de orientação e metodologia descrita pelo Dr. Isaac, por testes kinesiológicos (“resposta muscular inteligente”) que se encontram em “ressonância biomagnética”.

Os benefícios são diversos, entre eles, combater as infeções, as doenças e suas sequelas, seguindo os princípios bioéticos da medicina. Diminui-se a sintomatologia clínica, reabilitando as distintas funções no organismo e restabelecendo a saúde, o que conduz à melhoria clínica.

SusanaAguas-287.jpg

A terapia de Biomagnetismo aplica-se em doenças do foro:

- Respiratório superior: asma, bronquite, tuberculose, pneumonia;

- Gastrointestinal: gastrite, úlceras, hepatites, colite, divertículos, Crohn, obstipação, azia, digestões lentas;

- Oncológico: qualquer tipo de cancro;

- Doenças articulares: artrite, reumatismo, gota, dor ciática, dor nas costas;

- Doenças autoimunes: lúpus, artrite reumatoide, fibromialgia, esclerose, espondilite anquilosante;

- Urinário: infeções, cistites de repetição;

- Genital feminino: miomas, quistos, nódulos, displasia, hemorragias, infertilidade, vírus do papiloma humano (HPV);

- Genital masculino: próstata, disfunção erétil, infertilidade;

- Endócrino, metabólico ou do sangue: tiroide, bócio, obesidade, anemia, pancreatite;

- Neurológico e mental: depressões, insónias, epilepsia, enxaquecas, bipolaridade, ansiedade, cansaço extremo;

- Dermatológico: herpes, herpes zoster ou “zona”, psoríase, eczema, acne, pele atópica, quistos;

- Ouvidos, nariz e garganta: otites, sinusite, amigdalites, laringites, zumbidos, faringites.

Esta terapia provoca um impacto positivo na sua saúde, tornando o sistema imunitário mais eficiente, induzindo, por sua vez, mais energia e equilibrando o organismo na sua globalidade.