Contact reflex analysis (CRA)

É através da medição de impulsos elétricos nos maestros que se avalia o estado do sistema nervoso, endócrino, circulatório, respiratório, seguindo uma determinada sequência.

É um método natural simples, seguro e eficaz, que não envolve o uso de agulhas e que permite estudar a sinergia entre o sistema estrutural, o órgão e a nutrição.

Com esta técnica podem-se identificar os problemas antes de aparecerem os sintomas, nomeadamente problemas digestivos, parasitas, vírus, bactérias, desequilíbrios da tiroide ou outra hormona, em apenas 10 minutos.

Uma das mais valias desta técnica é testar e quantificar o tratamento no paciente, ser único e individualizado. Ou seja, para duas pessoas com uma gripe podem ser prescritas recomendações e tratamentos distintos, uma vez que a toma do mesmo suplemento/alimento pode ter respostas energéticas diferentes.

O CRA (Contact Reflex Analysis) é uma técnica desenvolvida nos Estados Unidos da América, pelo Dr. Dick A. Versendaal (1937-2014).

A pesquisa feita pelo Dr. Versendaal provou que o corpo humano é como um computador, composto pelo cérebro (gerador elétrico e banco de memória) e milhares de quilómetros de fios elétricos chamados nervos. Esses nervos conectam todos os órgãos, glândulas e tecidos do corpo. Esses nervos também se conectam com “fusíveis” ou “interruptores” chamados reflexos de contacto. Ao entrar em contacto com esses reflexos, usando o sistema muscular do corpo como um indicador, somos capazes de monitorizar a função dos sistemas do corpo.

Durante 20 anos, estudou-se exaustivamente o corpo humano, recorrendo aos pontos de acupunctura, os meridianos e outras técnicas. Verificou-se que em pacientes com sintomas comuns, ao tocar num determinado ponto havia perda de energia num músculo (como se testa em cinesiologia, o que significa que existe um bloqueio), sendo indicador do estado energético de cada órgão, glândula, sistema ou estrutura. Quanto mais o corpo reage quando um desequilíbrio de energia é localizado, mais fraco é o músculo.

SusanaAguas-167.jpg
SusanaAguas-346.jpg

A prática de CRA passa por 2 estágios:

1) Obtenção de parâmetros que indicam o estado geral de saúde do paciente. Ou seja, perceber até que ponto pode melhorar (sendo esta uma das grandes vantagens desta técnica) e a determinação da causa do problema (emocional, estrutural ou nutricional, ou uma combinação dos três);

2) Análise e desenvolvimento de um programa personalizado de melhoria da saúde.